Categoria Dicas, Tratamentos

O excesso de pelos no corpo feminino pode ser um sinal de alterações hormonais, como a Síndrome dos Ovários Policísticos. O problema pode começar na adolescência, quando a menina entra na puberdade, e trazer diversos incômodos se não tratado e tiver acompanhamento de um médico ginecologista.

Enfrentar o problema do excesso de pelos pode parecer uma tarefa difícil para quem sofre com essa síndrome, já que, além da grande quantidade de pelos, a mulher tem que enfrentar também o crescimento de pelos grossos em locais que no corpo feminino costumam ser raros ou inexistentes, como no peito, na barriga e no queixo, dando um aspecto masculino à aparência.

o-que-e-ovario-policistico-1

Quem já foi diagnosticado com essa condição pode contar com o auxílio da depilação a laser para exterminar os pelos indesejáveis. Por ser uma luz de cor única, o laser é atraído e captado pela melanina, pigmento presente na haste do fio e responsável pela sua coloração. Essa energia térmica age em profundidade, destrói ou retarda a capacidade do folículo produzir um novo fio. Os pelos são eliminados gradativamente a cada sessão e, além do resultado ser duradouro, proporciona mais segurança contra queimaduras.

POSTAGENS RECOMENDADAS